08 setembro 2012

CONSTATAÇÃO




Esperança é que nem cueca de bêbado abandonada em banco de praça, é cagada de pombo no paletó recém-comprado. 

'Ainda bem que o defunto era maior', o passante pensou.

3 comentários:

José Ailson Lemos Souza disse...

Pao lera,

se não meu monitor, a postagem do texto está ruim de ver.

Ajeita aí vai.

Estou tentanto regatar minha conta tarcozan@gmail para entrar aqui e tal. Esqueci a senha e o email de recuperação tem a mesmíssima senha.

Xera

Castelo disse...

Poucas descrições são tão certas. E olha que semana passada eu senti uma esperança enorme em mim. Uma esperança específica, grande mesmo, mas, depois de acostumada em mim sem nada acontecer, eu me tornei e me vi o bêbado da praça vestindo o tal paletó que era essa tal esperança.

E Ailson-que-é-isso?
O Tarco se fechou de ti e não quer mais ser descoberto? Descobre a senha disso e vem escrever com gente!

Paola Benevides disse...

Tiago, meu amor.

Tarco, teu monitor tá ruim mesmo. Mas darei um jeito na senha.