10 novembro 2006

Portas Abertas

Papai foi abduzido e mamãe o procura
Pelas ruas feito louca, bonita
A grande cama desfeita está vazia
A casa sem eles me responsabiliza
A guarda.
Sou homem só e preciso de Pal

que está unavailable
Até o raiar do Sol.



Tarco Zan

Um comentário:

Pal, a voz silente disse...

O Sol raiou, o efeito do álcool ainda entontece e a ficção, doidivanas, aparece confessional. Há um fio tênue entre a realidade e a imaginação ou entre o desejo e a sublimação...