01 maio 2009

READY MADE


We are Duchampions, my friend! Yes, acabo de chegar em casa ebriamente conceitual querendo postar essa foto batida, tirada nos jardins de uma das casas de cultura da UFC. DADA. Vamos romper com a artesania da operação artística! Vamos nos apropriar do que já está feito! Duchamp afirmaria mais tarde que "será arte tudo o que eu disser que é arte". E tenho dito/feito.

2 comentários:

Tarco Lemos disse...

de qualquer forma é fotografia
um olho no mundo
tu viu e não passou batido
freak sem medo de ser infeliz
abri um livrinho agora como sempre faço, como se olhando o tempo à espera de uma ideia, ou a ativação de uma ideia e li: enteder o dificil nao é vantagem, mas amar o que é facil de se amar é uma grande subida na escala humana. Eu não entendi muito bem, deve ser pq estou vendo will & grace, e rindo.

Paola Benevides disse...

É, menino, a gente vê tanta gente com aquele ar blasé, aplaudindo o difícil como se entendesse toda a trama... Mas eu prefiro perguntar ou ir, assumindo meu limite humano de fazer pouco do que sei.