01 outubro 2010

microconto


Ela fitava o ser ainda indecisa, quando foi desafiada:
devora-me ou decifro-te, sentenciou a barata.                                                                      

Nenhum comentário: