11 março 2013

SÉTIMO CÉU




Sétimo céu

Oh Rafael. Anjo da guarda. No amor e no crime
tudo se movimenta em setes. sete compartimentos
no coração. os impecáveis sete pecados.
sete demônios expulsos de Maria Madalena puta
de Cristo. as sete viagens fantásticas de Sinbad.
sin/bad. e o número sete, marca eterna
na testa de Caim. O primeiro homem inspirado.
Pai do desejo e do assassinato. Mas dele não foi
o primeiro êxtase. Considere a mãe dele.

O pecado de Eva foi a curiosidade. Como dizem
por aí: sobrou pra boceta. Uma maçã podre estragou
todas as outras. Mas com certeza não era maçã.
Uma maçã parece um cu. Fruta de viado.
Deve ter sido um tomate.
Ou melhor ainda. Uma manga.
Ela mordeu. Devemos culpá-la? insultá-la?
doce e pobre vadia. talvez tenha algo mais na história.
pense em Satanás como um garanhão.
é possível que os joelhos dela estivessem afastados.
Satanás serpenteia no meio
as pernas arreganham-se  
cobras pelas coxas
esfregam-se nela por um tempo
mais do que a árvore do conhecimento estava
para ser devorada... ela estremece no primeiro espasmo
prazer jardim do prazer
estava ela arrependida?
estamos nós meninas alguma vez?
foi ela uma boa foda?
só deus sabe

Patti Smith
tradução: Tarco Zan

3 comentários:

Paola Benevides disse...

Meu cu regojizado agora.

Tarco disse...

Opa! rsrsr
Por falar nisso, revi ontem Naked Lunch, o filme do Cronenberg e adaptado do Burroughs e o Makem ouviu frases inteiras iguais as de um disco de uma tal Cadaveria. A mulher fez Heavy ou Death Metal - nao sei- chupando o beat maldito. No sábado, no heavys alguém disse metal também é cultura...

Hoje me extasiei usando Smith pra contrastar imagem semelhante do paraíso noutra poeta. Xxx

Paola Benevides disse...

A maioria dos Headbangers são nerdíssimos, mas fico com os Smiths mesmo. hehehe Sai um conto descritivo do show de metal? Curiosei! ;)