03 outubro 2007

Amando

Gostaria de saber das pessoas que um dia conheci, convivi, beijei, ouvi. Como estão? A vida está boa por aí? Quando vocês choram em silêncio ou gritam em desespero, em algum desses momentos, minha imagem passa de relance pela lembrança de vocês? Quando vocês despertam com dor no peito de saudade daquela luz melhor do passado, vocês pensam em mim e sorriem? Nos momentos de prazer e gozo, sozinhos ou acompanhados, por acaso, na iminência do esporro, vocês se perguntam se talvez eu seja tão feliz quanto? Vocês se assustam quando percebem que já não me vêem há dois, cinco, dez anos? Como vocês lembram de mim? Pelo cheiro parecido em outro alguém? Pelo mesmo rosto tenso e assustado num outro cara qualquer? Ao rever fotos antigas, constatando minha eterna ausência? Sei, não pensam em nada disso. Eu sabia. Vocês estão certos. Não vale a pena tanta retenção

Tarco Zan.

Um comentário:

SentidoS disse...

Ainda tiro um dia qualquer pra olhar as fotos que já vi mil vezes... Não consigo esquecer as datas que marcaram, nem os aniversários.Não consigo me livrar das lembranças, das pessoas da minha infância... Não consigo não pensar se elas sentem tão forte quanto eu.