29 fevereiro 2008

Não pensarás


Estava de cabeça baixa, na parada do ônibus, sentado.

"Não pensa na vida!", alguém gritou, em tom de alerta. Era um ninguém passando numa bicicleta, indo a caminho da rotina.

Estava eu a pensar alto? Ou penso tanto que sou pensamento materializado, superficial, óbvio?

Meus pensamentos já não cabem mais em mim, vazam, escorrem pela minha boca, pelos póros. Pelo nariz, não. Isso não é pensamento. É catarro matinal. Sou alérgico, sabe?

Um comentário:

Tarco Zan disse...

apesar de cliche, eh tanta coisa sinergindo no mundo que mais parece um outro mundo. e a gente nele(s)assistindo musical de madrugada no cine decadent... mal-estar físico de fato. talvez bis,sim... corage
>]<:]